mae e filha sem meningite

MENINGITE:

A meningite meningocócica (infecção das membranas que recobrem o
cérebro) certamente está entre as doenças imunopreveníveis mais temidas.
Ela é causada pela bactéria Neisseria meningitidis (meningococo) e é
mais grave quando atinge a corrente sanguínea, provocando
meningococcemia — infecção generalizada. De 1.500 a mais de 3 mil
brasileiros são acometidos todos os anos. Pessoas não vacinadas de
qualquer idade são vulneráveis.
Cinco tipos (sorogrupos) de meningococo causam a maioria dos casos de
DM. São eles: A, B, C, W e Y. A importância de cada um varia conforme o
país ou região, e também ao longo do tempo.

 

Transmissão:

O meningococo é transmitido por meio de secreções respiratórias e da
saliva, durante contato próximo ou demorado com o portador,
especialmente entre pessoas que vivem na mesma casa.
Os ambientes com aglomeração de pessoas oferecem maior risco de
transmissão e contribuem para desencadear surtos.

 

VACINA MENINGITE B:

Trata-se de vacina inativada, portanto, não causa infecção. Previne
meningite e infecções generalizadas (doenças meningocócicas) causadas
pela bactéria meningococo do tipo B.

 

Indicação:

– Crianças e adolescentes, conforme recomendações das sociedades
brasileiras de Pediatria (SBP) e Imunizações (SBIm).
– Adultos com até 50 anos, dependendo de risco epidemiológico.
– Viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.
– Pessoas de qualquer idade com doenças que aumentem o risco para a
doença meningocócica.

 

Esquema de doses:

As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm)
recomendam o uso rotineiro de quatro doses da vacina meningocócica B aos
3, 5 e 7 meses de vida e entre 12 e 15 meses.
– Adolescentes não vacinados antes, a SBP e a SBIm recomendam duas doses
com intervalo de um mês.
– Adultos com até 50 anos, em situações que justifiquem: duas doses com
intervalo de um mês.

 

VACINA MENINGITE ACWY:

Trata-se de vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença.
Previne meningite e infecções generalizadas (doenças meningocócicas)
causadas pela bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y.

 

Indicação:

– Crianças e adolescentes, conforme recomendações das sociedades
brasileiras de Pediatria (SBP) e Imunizações (SBIm).
– Adultos com até 50 anos, dependendo de risco epidemiológico.
– Viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.
– Pessoas de qualquer idade com doenças que aumentem o risco para a
doença meningocócica

Esquema de doses:

As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm)
recomendam o uso rotineiro dessa vacina para crianças, adolescentes e
adultos.
– Crianças, a vacinação deve iniciar aos 3 meses de idade com três doses
no primeiro ano de vida e reforços aos 12 meses, 5 anos e 11 anos de
idade.
– Adolescentes que nunca receberam a vacina meningocócica conjugada
quadrivalente — ACWY: duas doses com intervalo de cinco anos.
– Adultos: dose única.

Acesse nosso calendário de vacinas meningite – Calendário infantilCalendário adulto

Se quiser saber sobre isso pelo portal do governo acesse – Clique aqui

Leave a Comment