Levar o bebê para fazer as vacinas não é uma tarefa fácil para os pais, que acabam ficando com medo pela dor que ele vai sentir e aflitos com o choro do seu filho. Esse sentimento é comum e natural para todos os pais, o mais importante é entender que esse processo é essencial para a saúde do seu filho, é uma dor passageira, é uma dor necessária, chamamos de ‘A picadinha do bem’!

  Elaboramos algumas dicas para que esse processo fique mais tranquilo, e que ajude nesse momento tão especial de imunização.

  • Converse com o seu bebê, passando a segurança de que ele vai fazer a vacina mas vai ser uma picadinha rápida, que vai doer um pouquinho mas vai passar, e que vai ser para o bem e para a saúde dele! Sempre explicar sobre o que vai acontecer desde pequeno, a segurança e calma dos pais vai ser transmitida para ele também.
  • Nos momentos antes e durante a vacinação é importante olhar nos olhos do seu bebê, procurar sorrir e ficar calmo. Assim, você mostra para o pequeno que está tudo bem.
  • Trazer o bebê sempre quando possível durante o intervalo das mamadas, dessa maneira ele vai sentir-se confortável para estar mamando durante e após a vacinação. Sempre incentivamos o aleitamento materno no processo vacinal, o bebê fica mais calmo e tranquilo, e a mãe também! Isso vale para as mamães que fazem o uso da mamadeira também, já deixar ela pronta para o uso.
  • Sempre que possível não trazer o bebê dormindo (não é uma tarefa fácil ter esse controle), mas se conseguir é muito bom, pois quando são acordados para fazer a vacina pode ser que fiquem assustados ou irritados com isso!
  • Trazer com roupas confortáveis e fáceis de colocar/tirar para não machucá-lo após a picadinha, pois a região estará sensível.
  • Se possível trazer no período matutino, pois dessa maneira pode acompanhar durante o dia como ele vai estar reagindo e não ficar preocupado durante o período noturno.

     Logo após a vacina pode ser que ele fique mais choroso, pois pode estar com dor e sensível. Nesse momento é importante ter calma, abrace-o, dê carinho, balance bem devagarzinho suavemente, e com um tom de voz baixo pode cantar para ele, ou ir fazendo som de Shhhh para acalmar aos poucos. E após tranquiliza-lo, ofertar para mamar.

     Lembre-se, de escolher um local de fácil acesso para levar o seu bebê, sem pegar chuva/sol excessivo e com segurança! Sempre observar o nome e validade das vacinas antes de serem preparadas, conferir o seu armazenamento (devem estar monitoradas entre 2 e 8 graus e ter gerador de energia em caso de falta de luz para não perder a temperatura).

     Todas as dúvidas e orientações serão fornecidas no momento da vacina! Sempre estaremos à disposição para ajudar!

 

* Enfermeira Mariana Sprotte Fernandes – Clínica Primme Vacinas

Leave a Comment